104 PROFISSIONAIS DA REDE DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA DO MUNICÍPIO VOLTAM A TRABALHAR APÓS VENCER A COV


Os profissionais que trabalham na rede de urgência e emergência estão diariamente na linha de frente no combate a Covid-19. Em meio à pandemia, uma notícia alegre: diversos profissionais que haviam contraído o vírus já estão recuperados e de volta ao trabalho. Ao todo, são 104 altas até o momento nas unidades de emergência (Hospital de Magé, Complexo de Saúde e Unidades Mistas 24h).



O técnico de enfermagem Jônatas Alves foi um destes profissionais. Ele diz que começou a apresentar sintomas no dia 26 de abril, como calafrios, dor nas costas, perda de olfato e paladar, resfriado e tosse.  


“Me dirigi ao 24h de Santo Aleixo, unidade em que faço parte. Fui avaliado pelo médico e acadêmica do dia, que me afastaram de minhas atividades. Receitaram medicações e me aconselharam voltar à unidade caso meu quadro piorasse. Segui os conselhos médicos e mantive repouso e isolamento social durante 14 dias. Os primeiros dias foram doloridos, mas aos poucos fui melhorando. Fui bem assistido pelos profissionais médicos e pelos profissionais de enfermagem, minha gerente sempre procurou saber como eu estava, isso foi confortante”, afirmou.


Ao retornar ao trabalho, na Unidade 24h de Santo Aleixo, Jônatas reforça que continua se precavendo, fazendo uso dos EPIs, e conscientiza a população sobre o novo coronavírus. “Estamos vivendo dias difíceis por conta disso. Já perdi um amigo muito querido por conta das consequências dessa doença, então sejamos conscientes para que esse desastre não chegue a nossa casa”, conta.  


Ana Paula Ferreira, pediatra do Centro de Pediatria diz que saiu do plantão numa terça-feira e começou a sentir a garganta arranhando e coriza. À noite, os sintomas persistiram.


“Tomei um antialérgico e fui dormir. Na quarta-feira eu acordei bem, mas com moleza e sensação de frio e febre. Senti muita dor no corpo e mal-estar. Na quinta-feira não consegui trabalhar. Fiz uma tomografia e um exame de swab, que deu resultado positivo. Imediatamente, entrei com a medicação recomendada. Após 14 dias, comecei a melhorar. Após 21 dias, realizei o exame e já voltei ao trabalho”, afirmou Ana Paula.


A enfermeira Vânia de Oliveira, da Unidade 24h de Fragoso, teve sintomas semelhantes. Realizou exames e o resultado foi a temida Covid-19.


“Meu tratamento foi domiciliar, não precisei de internação. Tomei medicações e aderi ao isolamento social aderindo a todas as medidas de precaução, como o uso de utensílios descartáveis”, disse.


Segundo Vânia, os sintomas desapareceram com 20 dias de tratamento. O retorno ao trabalho está sendo com os cuidados mantidos e com o orgulho de ser mais uma sobrevivente do novo coronavírus.


“As pessoas devem ter mais consciência em relação à importância do isolamento social. A partir do momento em que apresentarmos sintomas, devemos tomar as medidas cabíveis, para não prejudicarmos outras pessoas”, finaliza Vânia.


A Secretaria Municipal de Saúde recomenda que somente saia de casa quem tiver necessidade ou trabalhe nos serviços essenciais. Vale lembrar que o uso da máscara, álcool 70%, e lavar as mãos com frequência são medidas fundamentais para evitar a disseminação do novo coronavírus.

7 visualizações0 comentário

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now