Queimados é a primeira cidade da Baixada a realizar sua conferência de cultura


Música, dança e muito debate, assim foi o tom da 4ª Conferência de Cultura de Queimados neste sábado, 7, no Centro de Artes e Esportes Unificados. A conferência começou ao som do Carimbó das meninas do Grupo de Ação Social e Pesquisas Culturais - Origens. Também se apresentaram neste dia, os alunos da oficina de música do CEU com um concerto. A conferência também contou com a presença de vários artistas e ativistas culturais da cidade. A tarde o grupo de dança   também deu um show à parte. Cultura que movimenta a economia e gera desenvolvimento social. Este foi o mote da discussão da 4ª Conferência de Cultura de Queimados. As conferências municipais estarão trabalhando a cultura como vetor de desenvolvimento social e econômico. No entanto, a proposta encaminhada pela cidade para as conferências regionais e nacional também tratam a memória cultural, além de propor estratégias mais eficazes para o fortalecimento do desenvolvimento sustentável, como grande objetivo de universalizar o acesso à cultura.

Cidade poderá receber verbas através do fundo de cultura

A abertura oficial foi feita pelo prefeito Carlos Vilela que deixou uma mensagem de encaminhamento que direcione as políticas públicas sempre em parceria com a sociedade. “Eu não terei sucesso sozinho. Preciso da parceria do povo para alcançar o sucesso e nada melhor, do que ouvir o povo para conhecer seus anseios. Por isso, realizamos várias pesquisas junto a população para entender suas necessidades culturais e através desta conferência estaremos reportando nossas necessidades ao Estado e ao governo federal através de nossos delegados”, observou. A importância do movimento econômico na cultura e como reservar verbas para os fundos. Essa foi a mensagem deixada pelo presidente do conselho estadual de políticas culturais,Ivan Machado. “A cultura movimenta a economia mas para continuar atuando precisa de aporte financeiro também. Por isso, a importância da confecção dos projetos em consonância com suas representatividades sociais", enfatizou ao parabenizar a cidade por ser a pioneira na realização de sua conferência e o destaque para os projetos culturais desenvolvidos pela praça CEU (Centro de Esportes e Artes Unificados), que funciona no bairro São Roque. O presidente do Conselho Municipal, Fabrícius Caravana, reforçou o discurso do colega, lembrando ainda sobre a importância da preservação da cultura do povo brasileiro. “Nossa cultura está além dos eventos culturais, temos que cuidar da nossa memória cultural, como nossos grupos culturais, pessoas e suas histórias. Somos todos elementos culturais na sociedade”, lembrou.

O discurso do secretário municipal de cultura e turismo, Marcelo Lessa, também foi de encontro às observações do presidente ao lembrar das ações que mudaram a realidade de vários jovens carentes que através das aulas de música, canto, dança e até oficinas profissionais mudaram seus futuros, “ já passaram pela cultura mais de dois mil jovens. Somente neste semestre estamos qualificando mais de mil e quinhentos jovens que já estão atuando no mercado de trabalho. Entendemos que este é um dos principais papéis da cultura, a educação de nossos jovens”, lembrou.

É uma alegria muito grande mexer com os sentimentos e sonhos através da música e assim ajudar a transformar a vida das pessoas através da música. Tenho que agradecer muito ao poder público nessa luta para o bem. A cultura tem um poder transformador, eu sou exemplo vivo disso porque fui garoto de rua e através da música, larguei as drogas e hoje já estou na minha terceira graduação", lembrou o professor Joaquim Souza.

A conferência também  também elegeu os novos membros do Conselho Municipal de Cultura, correspondente ao biênio 2018/2019 e os delegados que irão levar as propostas da cidade para a  etapa nacional. 

Para o conselho de cultura foram eleitos pela sociedade civil: AMPARA, ADEPARQ'S, Companhia Teatral Queimados Encena, Grupo Jovem Igreja Nossa Senhora da Conceição, ONTUC,  Cabana Espírita de Pai Fabrícius e COMEND. Já os membros governamentais serão das Secretarias de Cultura, Educação, Assistência Social, Urbanismo, Direitos Humanos e Promoção de Cidadania, Esporte e Lazer e Meio Ambiente. 

 Os delegados eleitos para a etapa estadual foram: AMPARA, ADEPARQ'S, Companhia Teatral Queimados Encena, Grupo Jovem Igreja Nossa Senhora da Conceição, representa do a sociedade civil organizada. Pelo governo foram eleitas as secretarias de Direitos Humanos, Urbanismo, Cultura e Assistência Social. 


17 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now