Queimados forma 40 jovens para o mercado


A Coordenadoria da Juventude ligada ao gabinete do prefeito Carlos Vilela,  entregou os certificados de conclusão do curso de empreendedorismo a 40 jovens da cidade nesta sexta, 13. O projeto, idealizado pelo Governo Federal, visa promover a emancipação financeira, gerar renda e reduzir a condição de vulnerabilidade social por meio da capacitação gratuita. Na prática, os alunos são instruídos desde a criação da marca e da identidade visual nos negócios até os estudos da concorrência e do lucro. Além de, claro, pensar as formas de ser autônomo. O Prefeito Carlos Vilela parabenizou a todos pelo empenho e determinação para participar do projeto. “Esperamos que os alunos saiam daqui melhor do que entraram. A maioria dos empreendedores não obtém sucesso absoluto por falta de conhecimento em gestão, em organização e até mesmo pela falta de seriedade, então vocês já começaram muito bem”, afirmou. Já para o Coordenador da Juventude, Felipp Castelano, a concretização do projeto no município é mais uma forma de dar oportunidade aos seus jovens. “Com a implantação de um programa como esse, mostramos que existe uma priorização dos jovens que vivem aqui. Existe uma preocupação em fazer com que a juventude cresça profissionalmente dentro da cidade, ocupe espaços e execute seus trabalhos com qualidade”, destacou. Apesar de o curso ser voltado à idealização, coordenação e realização dos próprios negócios, o Instrutor Anderson Sousa frisa que é preciso equilibrar o trabalho e a qualidade de vida em todo o processo. “No fim do curso, os jovens entendem que é preciso cuidar da mente e do corpo, para que possa exercitar o pensamento e o conhecimento para melhorar ainda mais e agregar valores ao modelo de negócio. Essa é a ideia do programa”, concluiu o professor. Na busca pelo empreendedorismo de sucesso Os jovens Vanessa Durães (27) e Josué Lobo (18) têm diferenças na idade, mas uma grande semelhança: os dois sonham em ser empreendedores de sucesso. Vanessa, que já é microempresária no ramo da moda feminina, se interessou pelo curso para aprofundar e melhorar ainda mais os seus conhecimentos. “Com essa oportunidade eu vi que posso ir muito mais além com meu negócio, além de visualizar a possibilidade de crescimento dentro da minha cidade. Entender as questões de fluxo, lucro, divulgação, foi imprescindível tanto para mim que já tenho um negócio, quanto para quem está começando”, afirmou. Já Josué, que apesar da pouca idade já está no ramo da fotografia, viu no Inova Jovem a chance de ter uma melhor noção do empreendedorismo para montar seu próprio negócio no ramo do design gráfico e do webdesign. “Eu achei incrível, uma base para quem quer começar do zero. Com as dicas que eles dão aqui, é possível tocar qualquer tipo de negócio”, concluiu animado. 


5 visualizações0 comentário