Japeri vai transformar lixeiras em belos jardins


Até o fim do ano, a Prefeitura de Japeri deve colocar em prática o projeto “De Lixeira a Jardins”. O objetivo é, além da execução da limpeza pública nos cerca de 200 pontos viciados de descartes de lixo levantados pela fiscalização, também educar a população sobre a preservação do meio ambiente sadio para o bem de todos. Segundo o secretário municipal do Ambiente, Kerly Gustavo, são recolhidos diariamente cerca de 1,2 tonelada de lixo na cidade de Japeri. O projeto, que já está em fase de licitação, envolve as secretarias municipais do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMADES), Obras e Serviços Públicos (SEMOSP) e de Urbanismo e Habitação, dentro do programa ‘Cidade limpa Para Todos’. Com dois eixos principais – educação ambiental e limpeza urbana -, o projeto será aplicado em todo o município e nos 200 pontos de descarte crônico de resíduos de forma irregular levantados pela equipe de fiscalização ambiental do município. O levantamento dos pontos de descarte irregular de resíduos sólidos urbanos contou com ajuda da própria população, através de denúncias e vistorias da Secretaria Municipal do Ambiente. No levantamento foi detectado a existência de “pontos de lixo” de caráter crônico na cidade, de tipologia variada, mas, sobretudo, de poda e resto de material da construção civil. Pelo projeto, após limpeza dos pontos de lixo, a Prefeitura de Japeri vai criar plantio de gramas para transformar os espaços em jardins. Pneus velhos, em vez de poluir rios da cidade, serão pintados e reutilizados como vasos de flores na ornamentação. Ainda de acordo com Kerly Gustavo, placas educativas com dizeres “Proibido jogar lixo” serão espalhadas na cidade para coibir o descarte irregular de resíduos sólidos. A advertência terá ainda como objetivo alertar a população para possíveis sanções administrativas, de acordo com o Artigo 9º da Lei Complementar nº 17/2000, que dispõe sobre o Código de Meio Ambiente de Japeri. A multa, nesse caso, é de até 100 UFIRs. O secretário do Ambiente explica que o principal objetivo do projeto ‘De Lixeira a Jardins’ é acabar com os pontos de lixo por meio da educação ambiental e adequação da população às normas e procedimentos de coleta e destinação ambientalmente adequada dos resíduos sólidos. “Será um instrumento eficaz para solucionar os problemas associados aos resíduos, desde a geração, coleta e transporte, até a disposição no destino final do lixo”, frisou Kerly Gustavo. O lixo de Japeri (CTR) é vazado no Centro de Tratamento de Resíduos de Nova Iguaçu.


19 visualizações0 comentário