Ivanir dos Santos e Marcelo Monteiro são limados do processo eleitoral


Ivanir dos Santos (PPS) e Marcelo 

Monteiro (PPL), ambos candidatos ao Senado Federal em defesa da liberdade religiosa das religiões de matriz africana, igualdade de gênero, minorias e igualdade dos negros estão sendo limados do processo eleitoral sem nem mesmo ter a chance de disputar uma eleição dignamente através do voto popular. Segundo Ivanir, César Maia (DEM) acha que disputa o segundo voto de Flávio Bolsonaro com Arolde de Oliveira e Chico Alencar e o Ivanir receberia o segundo voto de Chico e toda esquerda. Para eliminar essa possibilidade, eles resolveram lançar Aspásia Camargo, com poucas chances de vitória o que garantiria a eleição dele. "Precisamos denunciar este tipo de crime contra a democracia e lutar para que as minorias sejam representadas na política", declarou Ivanir indignado.

Já no Caso de Marcelo a pressão vem de Miro Teixeira que comanda a coligação com REDE, PODEMOS E PPL e quer ser o único candidato da coligação. 

Ivanir tem recebido várias manifestações de solidariedade e incentivo nas redes sociais como a do Dep. Estadual Carlos MinC. "Fiquei revoltado com a cassação da candidatura do nosso amigo e companheiro Ivanir dos Santos. Prevaleceu a lógica da elite, do aparelho, da políticalha, da exclusão e do desrespeito! Participamos de inúmeros eventos com o pré candidato ao Senado Ivanir dos Santos- com quem assumimos o compromisso público de apoiar e fazer campanha supra partidária. Muito triste. Quem mais perde não é Ivanir, que tem e continuará tendo forte liderança nos movimentos contra o racismo e a intolerância religiosa. Perdem os que deram este golpe baixo  e mostram sua natureza e seus valores ( ou a falta de...). Abraços eco libertários e solidários do Carlos Minc", delcarou. 

"Como ativista da comunidade judaica fiquei muito triste e revoltado com a negativa da candidatura de Ivanir dos Santos ao Senado. Ivanir seria fundamental no Senado Federal, levando a luta pelos direitos humanos na sua essência. Ivanir não representa apenas a luta pela liberdade religiosa ou mesmo a luta antirracista. Ivanir representa a luta pelos direitos humanos como um todo. Perde o Rio de Janeiro. Perde o Brasil. Ivanir segue na luta conosco" declarou Guilherme Cohen. 


165 visualizações0 comentário