Rio tem mais de 20 candidaturas impugnadas entre governadores, senadores e deputados


A Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro impugnou as candidaturas que não atenderam aos requisitos da Lei da Ficha Limpa (LLC 35/2010). São 26 registros no total, sendo 1 de candidato a governador, 1 senador, 4 de deputados federais e 18 de deputados estaduais.

Ainda segundo o TRE, entre as causas de impedimento deste candidatos, as mais recorrentes são a reprovação de contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas e o abuso do poder político e econômico. Confira a lista completa no rodapé da matéria.

Entre os investigados estão nomes conhecidos da Baixada Fluminense, como Zito, de Duque de Caxias; Wilson do Três Fontes, de Queimados; Gelsinho Guerreiro, de Mesquita, Dr. Deodato de Belford Roxo e Sandro Matos de São João de Meriti.

Foram analisados documentos fornecidos pelos candidatos e os dados levados junto aos Tribunais de Contas da União (TCU) e do Estado (TEC/RJ), além dos Tribunais da Justiça Estadual (TJRJ) e Federal (TRF2) para identificar possíveis irregularidades em candidaturas. A decisão sobre o prosseguimento ou não do candidato no pleito será determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral, que tem até o dia 17 de setembro para decidir.

Candidatos impugnados

Governador:

Anthony Garotinho (PRP)

Senador:

Lindbergh Farias (PT)

Deputado Federal:

Moises D'Luta (PPL)

Paulo Corrêa (MDB)

Robson Paes (PR)

Sandro Matos (PSD)

Deputado Estadual:

Alair Corrêa (PRP)

Armando Carneiro (PV)

Bispo Gleide de Andrade (PRTB)

Doutor Fernando Gonçalves (PSL)

Dr. Deodalto (DEM)

Felipe Peixoto (PSD)

Gedeon Antunes (PODE)

Gelsinho Guerreiro (MDB)

Irmão Bira (MDB)

Kellinho (PROS)

Marcão (MDB)

Miguel Novaes (SDD)

Napoleão O Imperador (PHS)

Sagário Nego Velho (AVANTE)

Thiago Virgílio (PTC)

Waldeck Carneiro (PT)

Wilson Três Fontes (PROS)

Zito (PP)


11 visualizações0 comentário