Mesquitenses lotam o Centro de Mesquita na 10ª Parada da Diversidade do município


O fim de semana prolongado terminou com festa em Mesquita. Aconteceu neste domingo, dia 9 de setembro, a 10ª Parada da Diversidade do município, com concentração na frente da estação de trem Juscelino, na Estrada Feliciano Sodré. Neste ano, o tema foi “Contra o Racismo e a LGBTfobia” e Adriana Bombom ocupou o posto de rainha, enquanto Selminha Sorriso e a empresária Patrícia Coelho foram as madrinhas. Verônica Costa também marcou presença, como a embaixadora do evento, que contou com a presença da secretária municipal de Assistência Social, Cristina Quaresma, e do prefeito de Mesquita, Jorge Miranda.

“É muito triste ainda termos de viver em uma sociedade onde a intolerância existe. Preconceitos contra cor da pele, identidade de gênero e opção sexual em pleno século XXI é algo que não dá para entender”, falou Adriana Bombom, ao chegar ao local, ovacionada pelo público que lotava a Estrada Feliciano Sodré. Verônica Costa também fez questão de verbalizar seu apoio à causa LGBT e ao combate ao racismo. “As pessoas precisam é se preocupar com sua própria felicidade. Vamos deixar a vida do outro a cargo dele e praticar o bem sempre”, pediu, enquanto parava para tirar fotos com os fãs.

A apresentação do evento ficou a cargo da “drag queen” Suzy Brasil, umas das mais respeitadas no universo “queen” nacional. “Tivemos muitos convidados importantes neste ano e foi um momento especial mesmo. Afinal, nossa parada marcou dez anos de luta de um movimento que, infelizmente, ainda não conquistou o respeito que merece”, defendeu Paulinha Única, coordenadora de Diversidade Sexual do município de Mesquita.

Da concentração, o trio elétrico partiu em direção ao Centro de Mesquita, pela própria Estrada Feliciano Sodré. O percurso se encerrou no local onde funciona, aos domingos, o Samba da Feira. Para garantir a segurança do evento, a Guarda Municipal de Mesquita auxiliou os policiais do 20º Batalhão (Mesquita) com 16 profissionais, que atuaram na proteção dos participantes. Além disso, Mesquita teve 15 pontos de bloqueio de trânsito, amplamente sinalizados por oito agentes e 12 orientadores de trânsito, que contaram com duas motos e duas viaturas. Às 14h, a Rua Porto Alegre fechou e, duas horas depois, às 16h, o tráfego de veículos foi interrompido na Estrada Feliciano Sodré, no trecho entre a Rua Porto Alegre e a Rua Goiás.


4 visualizações0 comentário