São João de Meriti apresenta plano museológico


A Prefeitura de São João de Meriti promove, em parceria com a Universidade Estácio de Sá, a Apresentação do Plano Museológico do Museu Municipal Marinheiro João Cândido. O evento acontece no dia 25 de setembro, das 10h às 17h, na sala 1 do campus da Estácio de Sá do município, que fica na Av. Automóvel Clube, 2384, em Vilar dos Teles. Esta plenária está sendo promovida pela Prefeitura de São João de Meriti, através da Subsecretaria de Direitos Humanos e Igualdade Racial, com apoio da Universidade Estácio de Sá, dos conselhos municipais de Igualdade Racial e de Cultura, e da Associação dos Amigos do Museu.

Até que se concretize o sonho da implementação do Museu Municipal Marinheiro João Cândido será preciso vencer algumas etapas. E para quem trabalha em prol deste objetivo, cada obstáculo é encarado como um novo desafio. No dia 25 de setembro, por exemplo, será realizada a plenária de apresentação da minuta do Plano Museológico. O plano é uma exigência da Agência Brasileira de Museus (antigo Ibram).

"Estamos na segunda parte da elaboração do plano, dialogando com a Academia e a sociedade civil. Queremos que seja um museu com grande apelo de cultura e direitos humanos... um museu que fale à comunidade negra em especial", diz o superintendente de Políticas de Igualdade Racial, Frei Tatá.

A terceira fase do plano será mais institucional, com ações do governo municipal, como captação de recursos e análises na Procuradoria Geral do Município.

Conheça a história de João Cândido

João Cândido Felisberto ficou conhecido como Almirante Negro, líder da Revolta da Chibata, movimento que lutou pelo fim dos castigos corporais e pela melhoria da condições de trabalho dos marinheiros no início do século XX. Ele foi morador do município de São João de Meriti, onde ainda residem muitos de seus familiares. Em 2019, o marinheiro completará 50 anos de morto.

#sãojoãodemeriti #museu #planomuseologico #joãocandido

12 visualizações0 comentário