Prefeitura de Japeri pretende expandir o atendimento às pessoas com deficiência


A Prefeitura de Japeri vai ampliar, aos poucos, a partir de 2019, os núcleos do Projeto Esportes Adaptados, de olho em cerca de 29 mil pessoas do município com algum tipo de deficiência física, auditiva, intelectual ou múltipla, o equivalente a 28,82% da população. A informação foi dada pelos secretários municipais de Assistência Social e Trabalho (Semast), Márcio Rodrigues Rosa, o Bibi; e de Esporte, Turismo e Lazer (Semetuler), José Célio de Araújo, o Celinho, durante festejo em alusão ao Dia da Criança, realizado nesta quarta-feira (17), na quadra do bairro Marabá, em Engenheiro Pedreira.

Sob a chancela da Coordenadoria da Pessoa com Deficiência (Coordef), o evento que reuniu crianças, jovens e adultos, marcou uma tarde de bastante alegria e descontração, ao ritmo de muita música, atividades físicas, com pula-pula, bicicletas adaptadas, oficinas de pintura e farta distribuição de lanche. Subsecretário municipal de Assistência Social e chefe da Coordef, Valnei Costa disse que o Projeto Esportes Adaptados é uma integração de várias secretarias com objetivo de prestar atendimento mais eficaz e amplo para portadores de deficiência da cidade. “A quadra coberta de esportes, aqui do Marabá, está adaptada para receber esta clientela especial, todas às quartas-feiras, das 14h às 17h”, explicou o subsecretário, frisando que o projeto envolve equipe multidisciplinar para atendimento pedagógico, psicológico, físico e motor.

“A nossa ideia é oferecer um pouco mais de conforto e sociabilizar as crianças com deficiência, de forma que aconteça, de fato, a inclusão que tanto desejamos. São crianças de famílias sofridas que precisam de maior atenção e integração social. Por isso, vamos entrar 2019 com força total”, anunciou o secretário Bibi. Para o secretário Celinho, as atividades físicas são ainda mais importantes para as pessoas com algum tipo de deficiência, porque melhoram as condições cardiovasculares de quem as pratica, aprimora a força, a agilidade, a coordenação motora, o equilíbrio e o repertório motor.

Ainda de acordo com Celinho, a realidade de grande parte dos portadores de necessidades educativas especiais no Brasil revela poucas oportunidades para o engajamento em atividades esportivas. “As atividades físicas, esportivas ou de lazer propostas a esse público especial, portador de sequelas de poliomielite, lesados medulares e cerebrais, melhora o desenvolvimento da autoestima, cria estímulos à independência e autonomia, permite a socialização com outros grupos, entre outros benefícios”, enumerou o chefe da Coordef, Valnei Costa.

#prefeituradejaperi #pessoascomdeficiência

0 visualização

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This website was created by Naboua Sites e Marketing