Estudantes da rede municipal de Mesquita visitam uma das maiores estações de tratamento do país


Alunos do 7º ano do ensino fundamental da E. M. Profº Quirino, visitaram no último dia 31, a Estação de Tratamento de Esgoto Alegria, no Caju, região metropolitana do Rio. A iniciativa foi promovida pela equipe de educação ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMMURB). A ETE Alegria é a maior estação de tratamento de esgoto operada pela CEDAE e uma das maiores do país. A ação teve por objetivo conscientizar os jovens sobre como funciona o tratamento de esgoto e água e como o saneamento básico reflete na qualidade da água recebida no município. Além disso, o intuito do projeto pedagógico trabalhado pela equipe de educação ambiental é mostrar a importância da água e ensinar como os moradores podem cuidar melhor de Mesquita, através da proteção e preservação dos rios do município.

A visita começou com uma palestra ministrada pelo engenheiro químico, Paulo Afonso, onde foram abordadas as etapas do processo do tratamento de esgoto. Em seguida, os alunos foram levados ao pátio para conhecer as fases e o processamento do esgoto: desde a chegada dos resíduos até a finalização do tratamento, onde a água é onde a água é devolvida com o tratamento já realizado. Também foi apresentado aos alunos o método de reutilização do lodo ativado, que passa por um processo de tratamento, e posteriormente, é usado para adubação. Esse adubo é utilizado no cultivo de mudas de espécies da flora da Mata Atlântica plantadas no processo de reflorestamento. Cada aluno ganhou uma muda de presente.

Para finalizar, os alunos conheceram o laboratório onde são feitas as análises da qualidade do esgoto que entram e saem da estação. A educadora ambiental, Rosaura Clem, ressaltou a importância da conscientização das novas gerações sobre o reflexo do meio ambiente na qualidade de vida da população. “Nós sabemos que o saneamento é saúde. A partir do momento que você esclarece isso à população e aos alunos, o conhecimento e a cidadania fazem com que eles cuidem melhor da cidade onde vivem”, disse.

O Brasil sediou, em março deste ano, o 8º Fórum Mundial da Água, evento promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para debater a crise hídrica mundial. Inspirada por este acontecimento, a SEMMURB com suas ações, visa a colocar os rios, mananciais e córregos de Mesquita no topo da agenda política e da sociedade mesquitense.

#redemunicipalmesquita #mesquita #educaçãoambiental #cedae

3 visualizações0 comentário