Secretaria de Saúde de Japeri faz campanha de conscientização e prevenção do câncer de boca


A Prefeitura de Japeri vai realizar durante todo mês de dezembro a Campanha de Conscientização e Prevenção do Câncer de Boca. A ação, que começa no dia 5, vai envolver enfermeiros, técnicos de enfermagem, professores e pedagogos da rede municipal de Saúde e de Educação. Eles farão o papel de multiplicadores da informação junto às Unidades Básicas e escolas. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (22) pelo secretário interino de Saúde, Rafael de Freitas. Segundo ele, o objetivo da campanha é alertar sobre os fatores de risco da doença e mostrar a importância do diagnóstico precoce. “Em 60% dos casos, a doença já está mais avançada, quando é descoberta”, advertiu. O evento, no entanto, será precedido de um Seminário de Capacitação do Programa de Conscientização e Prevenção do Câncer de Boca, no dia 5 de dezembro. O fórum terá carga horária de 10 horas para Capacitação de 40 profissionais no auditório da Unidade Mista de Engenheiro Pedreira (UMEP). Coordenadora da Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Saúde, Claudione Cassin disse que as inscrições poderão ser feitas gratuitamente, até o próximo dia 27, através do link https://www.even3.com.br/seminariodecapacitacaopcpcb. “Será um programa para multiplicadores da informação. No dia 5, estaremos treinando profissionais da saúde e da educação. Eles levarão às suas unidades, além do alerta, todo material gráfico e digital, de forma a orientar as crianças, seus pais e responsáveis, sobre a necessidade de se prevenir a doença”, explicou a coordenadora do programa. 15 MIL NOVOS CASOS EM 2018 O Instituto Nacional do Câncer estima que serão registrados cerca de 14,7 mil novos casos de câncer, este ano, no país, envolvendo 11,2 mil homens e 3,5 mil mulheres. O câncer são tumores malignos que acometem a boca e parte da garganta, podendo se desenvolver também nos lábios, língua, céu da boca, gengiva, amígdala e glândulas salivares. Tabagismo (fumo), consumo de álcool e as infecções por HPV são os principais fatores de risco. A doença pode se manifestar sob a forma de feridas na boca ou no lábio, que não cicatrizam, bem como caroços, inchaços, áreas de dormência, sangramento sem causa conhecida, dor na garganta e manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na parte interna da boca ou nos lábios. Nas fases mais evoluídas, o câncer de boca provoca mau hálito, dificuldade em falar e engolir, caroço no pescoço e perda de peso. Claudione Cassin lembrou que cerca de 85% de mortalidade de pessoas com câncer de boca ocorrem porque o diagnóstico não foi feito a tempo. “Às vezes, a pessoa tem uma feridinha na boca, que não cicatriza, sem que ela entenda, até mesmo por ignorância, que aquilo pode ser um câncer. E quando percebe a gravidade, já pode ser muito tarde”, observou, frisando que, se tratada no início, a doença tem 75% de possibilidade de cura. Claudione Cassin explicou ainda que a Secretaria de Saúde de Japeri dispõe de dentistas com especialidade em estomatologia e patologia que atuam na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças da boca. São profissional capacitados para detectar a doença em estágio inicial, bem como acompanhar pacientes em tratamentos oncológicos, minimizando os efeitos adversos do tratamento radioterápico e quimioterápico. Os casos de suspeita de câncer em Japeri serão encaminhados, sob acompanhamento da Secretaria Municipal de Saúde, à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).     


0 visualização

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This website was created by Naboua Sites e Marketing