CNH de graça é fato ou fake


Mais uma onda de Fake News que anda rolando pelas redes

O suposto projeto CNH Social oferecido pelo Governo Federal em parceria com o DETRAN para o Rio de Janeiro ainda não existe. Em ligação para a Central de Atendimento do Detran do Rio de Janeiro, nossa reportagem recebeu a informação de que que existe apenas um projeto de CNH grátis para as pessoas portadoras de necessidades especiais sobre rodas. A mensagem de cadastramento que está sendo enviada pelas redes sociais, pede que o cidadão compartilhe a informação com pelo menos cinco pessoas para participar do processo de cadastramento. Ao final desta tarefa você é encaminhado para um site que coleta informações pessoais. Segundo a PSafe, fabricante do antivírus de celular DFNDR, em entrevista ao G1, 270 mil brasileiros usuários que utilizam o DFNDR receberam o golpe em uma semana. A empresa estima que a fraude pode ter chegado a até três milhões de pessoas que não utilizam o produto.

O Detran de Minas Gerais que está na lista dos estados que estariam oferecendo o programa, publicou uma nota na quinta, 22 Novembro 2018 informando que o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) não possui nenhum vínculo com o programa CNH Popular e nem com o programa CNH Social. Além deste estado, também estão na lista dos estados que estariam recebendo inscrições: Pernambuco, Espírito Santo, Ceará, Paraíba e Amazonas.

O programa CNH Social realmente existe. É um projeto do governo federal totalmente gratuito, aderido por alguns Departamentos de Trânsito do país, em conjunto com o Governo do Estado, mas não está disponível em todos os estados e tem uma série de restrições. A página fraudulenta oculta essa informação se aproveita para lançar a falsa inscrição para copiar os dados pessoais dos internautas.

O Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest Senat) esclarece que o projeto Primeira Habilitação para o Transporte – CNH Social é uma iniciativa da instituição e se difere do programa CNH Popular. Os projetos CNH Social e Habilitação Profissional para o Transporte: Inserção de Novos Motoristas, lançados em 2014, têm como objetivo reduzir o déficit de mão de obra especializada no setor de transporte. A meta é capacitar e financiar a CNH, Categoria B, e a mudança de Categoria para C, D ou E, para 60 mil pessoas, como incentivo para atuarem na atividade transportadora. SOBRE OS PROGRAMAS Primeira Habilitação para o Transporte – CNH Social O projeto foi concebido pelo SEST SENAT com o objetivo de favorecer a inserção de jovens de baixa renda no mercado de trabalho, por meio do financiamento de 30 mil CNHs (Carteiras Nacionais de Habilitação), na categoria “B”, e a oferta de curso de qualificação para os participantes, contribuindo assim para o aumento da empregabilidade e da renda. Habilitação Profissional para o Transporte: Inserção de Novos Motoristas O projeto também é uma iniciativa do SEST SENAT, desenvolvida com dois eixos estratégicos: aumento da mão de obra, por meio do financiamento de 30 mil mudanças de categoria da CNH para as categorias “C”, “D” e “E”, e promoção da qualificação profissional, por intermédio da oferta de cursos especializados para os participantes do projeto. Procure informações diretamente nos DETRANS

  • DETRAN Pernambuco: (81)3453-1514;

  • DETRAN Espirito Santo: (27) 3224-2104;

  • DETRAN Paraíba: (83) 3216-2570;

  • DETRAN Ceará: 0800 275 6768;

  • DETRAN Amazonas: (92) 3642-3355;

  • DETRAN Minas Gerais: (31) 3303-7995; não está realizando

  • DETRAN Maranhão: (98) 3089-1514;

  • DETRAN Rio Grande Do Sul: 0800-510-3311/ (51) 3288-2000.

#cnhgratis #falsacnh #rio

23 visualizações0 comentário