Prefeitura de Japeri declara guerra ao mosquito da dengue em 13 bairros


A Prefeitura de Japeri começa a intensificar nesta quarta-feira, dia 9 de janeiro, a campanha de combate ao Aedes aegypti em 13 localidades do município. O mosquito é transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela.

Além do uso de carros fumacê, 75 agentes de combate de endemias da Subsecretaria de Vigilância em Saúde vão fazer varredura nas casas, vistoriando, eliminando e recolhendo qualquer objeto nos imóveis que acumule água e possa servir como criadouro do mosquito.

A prefeitura também vai distribuir panfletos informativos, hipoclorito e capas de caixa d’água, além de fazer aplicação do larvicida e inseticida e recolher pneus, entre outras medidas.

O secretário municipal de Saúde, Rafael de Freitas, disse que ação de combate ao Aedes aegypti começa nesta quarta-feira, pelo bairro da Granja, onde o último levantamento rápido de infestação do mosquito acusou um índice alto de 11,7%, envolvendo 589 imóveis. O aceitável pelo Ministério da Saúde é abaixo de 1%.

“O combate será firme e constante, às quartas-feiras, durante todo o Verão. Todos nós sabemos que nesta época do ano a incidência de chuvas é maior, o que contribui para o aumento de água parada. O principal objetivo da ação é conscientizar a sociedade sobre os riscos de propagação do mosquito. Por isso, contamos com apoio de cada morador”, conclamou o secretário de saúde.

Para o subsecretário de Vigilância em Saúde, Josélio Rosa, outros bairros, como Nova Belém, com índice de 7,6%, e Bananal, 7,3%, também preocupam o governo municipal. “O inseto coloca seus ovos apenas em recipientes que acumulam água. Com isso, muitos materiais podem se tornar propícios para o desenvolvimento das larvas do mosquito, como pneus velhos, calhas entupidas, vasos de plantas e caixa d’água mal vedada”, advertiu o subsecretário.

As ações, previstas para acontecer entre 9 de janeiro e 17 de abril, vão chegar ainda aos bairros Bananal, Guandu, Cosme Damião, Marajoara, Caramujos, Lagoa do Sapo, Planetário, Centro de Japeri, Centro de Engenheiro Pedreira, Mucajá e Cajuri.

Josélio Rosa disse que a Secretaria de Saúde de Japeri está preocupada com a incidência de casos de chikungunya no município vizinho de Queimados. “Por isso, vamos nos proteger do lado de cá”, anunciou. “Não podemos esquecer que, mesmo com todas as ações da Prefeitura, a maior arma contra a dengue é a população fazendo a sua parte”, deixou claro o secretário Rafael Freitas.


10 visualizações

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now