Magé convoca estudantes universitários para receber o passe livre


UNIVERSITÁRIO 200 estudantes do Ensino Superior serão contemplados com o benefício custeado pela Prefeitura A Prefeitura de Magé, por meio da Coordenadoria de Juventude, abriu na última quinta-feira (17), as inscrições para o Programa Passe Livre Universitário, destinado aos estudantes do Ensino Superior que comprovam renda per capta familiar de até dois salários mínimos mensais. Magé é o único município da Baixada Fluminense que oferece o benefício aos estudantes do Ensino Superior nessa modalidade. “Diferente do ônibus universitário, o projeto oferece a liberdade do aluno poder utilizar o serviço conforme a sua necessidade, sem precisar mudar a sua rotina de acordo com o horário do transporte, otimizando o seu tempo. ”, justifica o prefeito Rafael Tubarão, que contabilizou no primeiro ano do projeto, um investimento de mais de R$ 500 mil reais em prol dos estudantes universitários. De acordo com o decreto municipal n° 3265/2019, que regulamenta a concessão do benefício, os estudantes poderão utilizar até 44 viagens de Bilhete Único por mês, sendo distribuídas aos contemplados, de acordo com a comprovação da grade de horário por dia de aula. Ainda segundo o documento serão analisados somente aqueles que tiverem apresentado integralmente a documentação exigida no ato da inscrição. Este é o segundo ano em que a Prefeitura de Magé garante o Passe Livre Universitário para os estudantes do município. “Quero ressaltar que essa é uma nova concessão e os alunos que garantiram o benefício em 2018 precisam fazer o cadastro novamente”, explicou Renata Meirelles, coordenadora de Juventude. As inscrições vão até o dia 31 de janeiro e o interessado precisa levar a documentação exigida para a sede da Coordenadoria de Juventude, que fica na Avenida Simão da Motta, 860, de segunda a sexta-feira das 8h às 17h. Os documentos listados abaixo precisam ser entregues em envelope fechado: - Cópia do documento de identificação oficial com foto (RG, CNH, CTPS, passaporte ou registro de classe); - Cópia do CPF; - Cópia do comprovante de residência original atualizado com no máximo 90 dias de emissão, e em nome do próprio beneficiário ou seus genitores ou equivalentes; - Declaração original de Instituição de Ensino em papel timbrado, com carimbo e assinatura da secretaria, informando que o aluno está devidamente matriculado e cursando semestre letivo atual, apontando a data prevista da conclusão das respectivas matérias e com data de emissão não superior a 30 dias; - Grade escolar do semestre a ser cursado pelo aluno; - Cópia do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), de todos os informados na composição da renda familiar apresentado; - Ficha de cadastro com declaração de renda de cada membro familiar (conforme o decreto).


18 visualizações0 comentário