Curso preparatório gratuito oferecido em Japeri gera mais de 100 aprovados em escolas técnicas


O sonho de se tornarem engenheiros, médicos, enfermeiros, professores e advogados ficou mais próximo para jovens cidadãos japerienses. Através do Projeto “Prepara Japeri”, idealizado pela Secretaria de Educação, 44 alunos oriundos das escolas municipais conquistaram a tão sonhada aprovação em escolas técnicas estaduais e federais. De todos os aprovados, 15 já estão classificados e em fase de matrícula, a maioria no Cefet, uma das Escolas Técnicas Federais mais cobiçadas do Rio de Janeiro. Esta é a 4ª edição do Projeto, que ao longo dos anos já contribuiu na aprovação de mais de 100 estudantes. O sucesso alcançado é produto da combinação de muito esforço por parte dos alunos e do suporte oferecido pela Secretaria Municipal de Educação.

Vitória Maria, de 15 anos, uma das aprovadas no Cefet, já tem planos para o futuro. “Estou muito feliz! Todos os professores me ajudaram muito. Fui classificada para fazer enfermagem no Cefet e esse curso vai me ajudar a seguir meu sonho de estudar medicina na faculdade”, disse.

Para Zelma Maria, mãe da Vitória, o projeto vai ficar na história, não só de sua filha, mas da família. “É muito gratificante ver onde minha filha chegou. Agora só quero que ela e cada aluno, aqui, persevere em busca de seus sonhos, porque outros degraus virão e eles têm potencial. Foi um ano difícil, mas também de dedicação de alunos e professores, que, sem sombra de dúvidas, têm a capacidade de atrair e impulsionar os jovens a continuar estudando”, parabenizou.

IMPACTO DIRETO NO IDEB

De acordo com o idealizador do Projeto, professor Emerson Queiroz, o Prepara Japeri possui dois objetivos: aprovação dos alunos nas escolas técnicas e impacto direto no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). “Os mesmos alunos que realizam a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar, a Prova Brasil, prestam concursos para as escolas técnicas, pois estão no 9º ano. Estamos indo para a quinta edição do projeto e o Ideb subiu cinco pontos neste período, colocando Japeri como o segundo município que mais cresceu na Região Metropolitana do Rio”, contou.

Mas, segundo o idealizador do projeto, o maior desafio que ele e a equipe de docentes encontram é fazer com que os estudantes acreditem em sua capacidade de conquistar uma vaga nas escolas. Por esse motivo, a secretária de Educação, Roberta Bailune, define o projeto Prepara Japeri como uma ferramenta que ajuda alunos a entender o tamanho deles dentro da sociedade. “Nosso compromisso maior é o de dar oportunidades iguais a quem a vida deu caminhos diferentes. Essa é a nossa missão. Por isso, montamos toda a estrutura, pensamos na logística de deslocamento e nos horários escolares, para que os alunos possam fazer o curso sem prejuízo à rotina escolar”, explicou.

‘É A RECOMPENSA DO PROFESSOR’

Durante o ano, os alunos do projeto recebem material de estudo, além da consultoria dos professores e coordenadores, palestras e oportunidade de visitar algumas escolas federais.

Moisés Araújo, de 15 anos, é a revelação desta última edição do “Prepara Japeri”. Ele foi classificado em duas escolas federais, nas modalidades de cota e ampla concorrência, constatando a eficácia do projeto na vida dos alunos.

“Escolhi fazer o curso de Automação Industrial, no Cefet, que vai me dar uma base boa para a faculdade de Engenharia Mecânica que eu quero fazer. Daqui a três anos, vou prestar prova para o Enem e estudar na UFRJ”, disse esperançoso.

Para o professor de Língua Portuguesa, Eduardo Freires, resultados como esses são como retribuições para os docentes. “A grande recompensa do professor não é nem a questão salarial, mas ver resultados em seus alunos. Tive a oportunidade de vivenciar jovens se dedicando aos estudos e superando minhas expectativas”, contou.

Para participar do Projeto, basta o aluno estar matriculado no 9º ano da rede municipal de Japeri e se inscrever no formulário, pela internet ou presencialmente nas instituições. As inscrições abrem no início de fevereiro.

As aulas acontecem cinco vezes por semana, em três polos espalhados pelo município (E.M. Ary Schiavo, E.M. Bernardino de Melo e E.M. Leonel de Moura Brizola), sempre no contraturno do estudante.


5 visualizações

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now