Operação "Corte cego" atuando na Baixada hoje


Planejada para reprimir o roubo de veículos em áreas das Zonas Norte e Oeste do Rio e Baixada Fluminense, a “Operação Corte Cego”, da Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro, foi desencadeada no início da manhã desta sexta-feira (22/02). Mais de 200 policiais militares de unidades operacionais especiais e de sete batalhões da Região Metropolitana foram mobilizados e estão atuando, desde as 5h30, nos principais corredores viários de 18 bairros e quatro municípios da Baixada. A área do 41º BPM (Irajá) foi delimitada como núcleo da “Operação Corte Cego” por concentrar um dos principais redutos de quadrilhas especializadas em roubos de veículos. Entre as dez Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) com maior incidência de roubos de veículos no Estado, seis são vizinhas do 41º BPM. Os carros roubados nessas regiões são, em sua maioria, levados para as comunidades do Chapadão e da Pedreira para serem desmanchados, razão pela qual a operação recebeu o nome de “Corte Cego”. A ação dos criminosos impacta a vida de 1,5 milhão de pessoas, que circulam nessa área da Região Metropolitana do Rio. SALDO PARCIAL DA OPERAÇÃO: - Quatro pistolas apreendidas, -12 detidos - Oito munições calibre 9mm apreendidas, - Três criminosos mortos, - Nove rádios transmissores apreendidos, - Cinco feridos, - Um carregador apreendido, - Oito munições calibre 9mm apreendidas, - Três granadas, - 20 motos apreendidas, - Cinco carros recuperados, - Drogas ainda não contabilizadas. Operação em andamento 


7 visualizações0 comentário