Rainha africana recebe Medalha Tiradentes no Rio


A Rainha africana, Diambi Kabatsulia, Congo, recebeu nesta segunda (11/03), a Medalha Tiradentes, maior comenda oferecida pela Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. A Medalha foi oferecida por um coletivo de deputados liderados pela Deputada Mônica Francisco (PSOL) e Max Lemos (MDB).

A Deputada Estadual, Mônica Francisco, uma das autoras do projeto legislativo de entrega da Medalha, destacou o reconhecimento internacional da rainha por seus trabalhos em defesa dos direitos humanos. “Temos uma rainha que se preocupa com a humanidade de forma geral, e tem um grande trabalho de de ativismo nesta área e merece o reconhecimento do povo do Rio de Janeiro”, destacou.

Já a deputada Dani Monteiro (PSOL), lembrou que a rainha é uma referência para as mulheres negras. “É significativo fazermos essa homenagem no mês da mulher, para uma mulher preta que luta em defesa das manifestações culturais do povo preto”, enfatizou. Ela lembrou ainda que foi do Congo que vieram os primeiros negros escravizados para o Brasil.

Para o deputado Max Lemos (MDB), a condecoração à rainha Diambi, significa muito mais do que o fortalecimento cultural e religioso entre os dois países. “Estão sendo promovidos encontros importantes com as comunidades indígenas e casas de matriz africana em várias partes do país. Trata-se de uma grande iniciativa contra a intolerância de um modo geral”, lembrou. É a primeira vez que uma liderança do povo Bantu encontra com seus descendentes brasileiros após a escravidão.

A rainha recebeu a comenda com muita emoção enfatizando em seu discurso a importância da união dos povos para o desenvolvimento humano. “Somos todos filhos de África. Eu sou porque tu és, somos todos irmãos e filhos da mãe terra. Independente de cor, raça, opção sexual ou religiosa e política. Podemos não ter a força das armas e o poder econômico mas somos muito mais fortes se nos unirmos. Ubuntu para todos”, ressaltou. A rainha ainda recebe moções de aplausos da câmara municipal de Queimados neste dia.

A rainha Diambi Kabatusuila, governante do povo Bena Tshiyamba de Bakwa Indu, região central de Kasai, antigo Império Luba, República Democrática do Congo já passou pelos estados de Salvador, BA, Minas Gerais, Rio e fechará sua turnê “Pela paz no Brasil” em São Paulo para onde embarca nesta terça, 12 de março. A agenda prevê encontros em universidades, com coletivos étnico raciais, tour pelos pontos turísticos de referências históricas para os povos indígenas e negros, visitas em espaços religiosos e em projetos sociais com crianças.

#RainhaDiambi #MedalhaTiradentes #RiodeJaneiro #Alerj

18 visualizações0 comentário