UPA de Belford Roxo está operando em sistema restrito



A UPA de Belford Roxo se encontra com o atendimento restrito, entre os graves problemas está a falta de pagamento aos funcionários. O corpo técnico está na unidade prestando serviço aos pacientes internados e só estão realizando atendimento de emergência que não tem como fazer remoção para outra unidade, segundo informações da Secretaria Municipal de saúde da cidade. O município conta com mais três unidades de pronto atendimento que são o Hospital Municipal, Hospital Infantil e a Unidade Mista do Lote XV.

O secretário de Saúde de Belford Roxo, Vander Louzada, esclarece que desde a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Bom Pastor, era para a unidade ser cofinanciada entre o Estado, a Prefeitura e a União, mas o Estado não tem repassado a verba correspondente à sua participação. “A Prefeitura e o Governo Federal vêm arcando com as manutenções necessárias da unidade. Estamos apurando os problemas administrativos gerados na UPA, apesar de nossos repasses estarem sendo feitos. Iremos apurar também as responsabilidades. Se for o caso, a Organização Social (OS) que está administrando a UPA pode ser substituída. Estamos averiguando de forma emergencial dentro dos parâmetros administrativos”, destacou.


5 visualizações0 comentário