Em Mesquita, as atenções ficaram voltadas especialmente para o bairro da Chatuba, onde foi registrad


Defesa Civil e Assistência Social fazem vistorias nos bairros e residências para oferecer ajuda a moradores que tiveram suas casas alagadas Diversas equipes da Prefeitura de Mesquita estão trabalhando em ação conjunta, desde a noite da última segunda-feira, dia 8 de abril, para ajudar as famílias que foram prejudicadas pelo forte temporal que afetou diversas cidades do estado do Rio de Janeiro. Em Mesquita, as atenções ficaram voltadas especialmente para o bairro da Chatuba, onde foi registrado o maior índice de ruas alagadas do município. De acordo com o secretário municipal de Obras, Serviços Públicos, Defesa Civil e Transporte e Trânsito, Rholmer Louzada Junior, só na terça-feira, dia 9 de abril, foram retiradas 144.610 toneladas de lixo e entulhos em pontos críticos da cidade. Deste total, 38.310 toneladas saíram do bairro Coreia, 63.980 do Centro e 42.320 toneladas de Edson Passos. Esse material foi levado pelas enxurradas até essas regiões. A forte chuva fez o Rio Sarapuí transbordar, provocando alagamentos nas imediações, ocasionando bloqueios em vias principais e secundárias. Recentemente, a prefeitura de Mesquita retirou 250 toneladas de lixo do leito do Sarapuí. Muito embora o trecho que divide os municípios de Mesquita e Nilópolis seja de responsabilidade do estado, a prefeitura tomou essa iniciativa. “O Estado disse que não dispõe de máquinas e ainda depende de licitação para isso”, frisa Rholmer Junior. Resgate Na Chatuba, foram realizados dois resgates de moradores, sendo que outros dois se negaram a deixar suas residências, mesmo estando completamente alagadas. As ações no bairro foram coordenadas pela subprefeitura, sob o comando do subsecretário Moisés Ramos, e contaram com a atuação de 20 agentes da Defesa Civil, quatro viaturas e um bote salva-vidas. Vistorias foram realizadas nos rios dos bairros Cosmorama, Conjunto Tetra Campeão, Vila Emil e Vila Norma e constatou-se que os níveis estavam de normal a elevado. Somente no Sarapuí ocorreu o transbordamento. As ações permaneceram até às 21h do dia 09. Vistorias em áreas com histórico de incidentes Também foram feitas vistorias em lugares com históricos de desbarrancamento, como a Rua Guaraúna e Travessa do Socorro, em Santa Therezinha; Rua Araripe e Rua José Dias Guimarães, na Coreia; na Rua Alba, na Chatuba; na Rua Manuel Pereira Reis, em Edson Passos; e nas ruas Caimirim e Japuíba, no Alto Uruguai. Vistorias solicitadas pela subprefeitura da Coreia já estão sendo feitas a partir desta quarta-feira, dia 10. Também nesta quarta-feira, em conjunto com o CRAS da Chatuba, agentes da Defesa Civil permanecem verificando 23 pedidos de vistorias em residências, para avaliar condições estruturais e oferecer atendimento social aos moradores afetados. Ação e pontos de coleta “Nossa equipe esteve, durante toda a terça-feira, no bairro da Chatuba. À noite, ficamos de plantão no abrigo de idosos, situado na rua Júpiter. Atendemos 25 famílias que estavam preocupadas, pois perderam os documentos. Todas foram encaminhadas para o CRAS. Continuamos de plantão no CRAS, no abrigo dos idosos e no Centro da Chatuba, para atender as demandas dos moradores. Precisamos de doação de material de limpeza, pois o alagamento trouxe muita sujeira para as residências. E de alimentos para essas famílias. O governo Jorge Miranda tem dado suporte e nós continuaremos aqui, à disposição dos moradores”, pede Cristina Quaresma, secretária municipal de Assistência Social de Mesquita. O CRAS Chatuba fica na Rua Adolfo de Albuquerque 398; o Abrigo Adulto está localizado na Rua Júpiter 785 e 787, em Santa Terezinha, e o plantão da Assistência Social está ainda na Rua França Leite, no número 155. Aulas suspensas na terça-feira As aulas das escolas municipais de Mesquita foram suspensas na terça-feira, voltando ao normal na quarta-feira. “Na Chatuba, as unidades que ficam perto do rio Sarapuí tiveram a situação mapeada por suas respectivas diretoras, de forma individual, para verificar as condições de limpeza e entender o que é preciso ser feito para restabelecer, o mais rápido possível, o funcionamento normal”, explica Lúcia Maria Leone Teixeira, subsecretária municipal de Educação de Mesquita. Resgate de cachorro Agentes do Grupamento Ambiental da Guarda Civil Municipal de Mesquita resgataram nesta quarta-feira, dia 10 de abril, um cachorro que estava dentro do rio D. Eugênia, em trecho localizado no Centro da cidade. O resgate aconteceu durante a manhã e não se sabe se o animal caiu ali em função do temporal da última segunda-feira ou se isso aconteceu depois das fortes chuvas.


15 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now