Miguel Couto ganha espaço cultural


Os atores Fábio Mateus e Anderson Marques vão oferecer aulas de teatro, dança e música no local, além de abrir a agenda para apresentações

Bairro Iguaçuano que existe desde a época do Império, Miguel Couto conta com cerca de 90 mil habitantes e um comércio movimentado, que o transformou em um dos bairros que arrecadam mais impostos para Nova Iguaçu. Mesmo com toda essa importância para a cidade, Miguel Couto não tinha nenhum equipamento de cultura para chamar de seu. Mas essa história vai mudar com a inauguração do Espaço Cultura Rede do Bem, dia 4 de maio, sábado, às 9h.

A abertura do espaço será com oficinas gratuitas de dança, teatro e música, uma pequena fala dos atores e produtores, Fábio Mateus e Anderson Marques, que têm a cessão de uso do galpão do Esporte Clube Miguel, na Rua Gravataí, 1, no centro, onde vai funcionar a Rede do Bem. Para encerrar o evento, haverá a apresentação do espetáculo Brincante, com censura livre, interpretado pelo renomado palhaço Muzzarela.

Além das oficinas de dança, teatro e música, os gestores também vão abrir a pauta de programação para apresentações de shows musicais, peças teatrais e stand up comedy, entre outros. O local dispõe de palco, som e acomodações para uma plateia com 200 pessoas. “O Espaço Rede do Bem quer reunir coletivos de artistas preocupados em ofertar atividades que possam vir a melhorar a qualidade de vida e ampliar os horizontes culturais dos moradores do bairro”, afirmou Fábio Mateus.

“Queremos formar uma rede, abraçar também os bairros vizinhos de Grama, Geneciano, Forte, Ambaí, Posse, Parque Fluminense e Boa Esperança”, enumerou Anderson Marques. “Quando falamos em rede, nos referimos à mobilização de artistas e aos moradores da região, ambos carentes de atividades culturais e sociais. Escolhemos uma data próxima ao Dia da Baixada, comemorado dia 30 de abril, para iniciar a Rede do Bem” explicou ele, morador de Miguel Couto.

Coletivos e artistas da região terão preferência no momento de agendar a programação. Quanto às oficinas, as aulas de teatro infantil vão ficar sob responsabilidade da Villelarte Produções. A bailarina e coreógrafa Daiane Alves dará aulas de ballet, jazz e dança ministerial, e Caio Lopes, formado pela Villa Lobos em violão e baixo, será o professor de música.

Todas as oficinas terão mensalidade popular, de R$ 50. As inscrições para oficinas e ocupação da pauta pode ser feito pelo telefone/whatsApp: 97909-6397 ou e-mail: espacorededobem@gmail.com .

A seguir, dias e horário das aulas:

Teatro jovem e adulto

Turma 1 – Quinta-feira – 17h30 às 20h

Turma 2 - Sábado – 10h às 13h

Teatro infantil

Quarta-feira

Turma 1 – 6 a 10 anos

– 17h30 às 19h

Turma 2 - 11 a 14 anos

17h30 às 19h

Teatro infantil

Quarta-feira

Turma 1- 6 a 10 anos

17h30 às 19h

Turma 2- 11 a 14 anos

17h30 às 19h

Música

Segunda-feira

Turma 1- 8 a 12 anos

17h30 `as 19h

Turma 2- 13 a 17 anos

19h às 20h30

Sexta-feira

Turma 3 - A partir de 18 anos

17h30 às 19h

Turma 4- A partir dos 18 anos

19h às 20h30

Dança

Terça-feira

Baby class – 4 a 7 anos

17h30 às 19h

Ballet infantil – 8 a 11 anos

19h às 20h30

Sexta-feira

Jazz infantil – 5 a 10 anos

17h30 às 19h

Ministerial – adulto

19h às 20h30


20 visualizações0 comentário