Mais empresas interditadas no Distrito Industrial de Queimados nesta sexta (7)


Operação da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade e Instituto Estadual do Ambiente prossegue nesta sexta em Queimados

A operação que visa identificar despejo de efluentes sem tratamento no Rio Guandu tem mais um dia de vistorias nas empresas que fazem parte do Distrito Industrial de Queimados. Cerca de 30 técnicos da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas) e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), com apoio do Comando de Polícia Ambiental (CPAm), já começaram o trabalho, e logo cedo emitiram a primeira autuação.

A Work Shore Industria e Comércio, que usa o nome fantasia Real Power Boat, teve as suas atividades suspensas parcialmente por ter sido constatado o lançamento de efluentes líquidos diretamente no solo e a rede de coleta de resíduos da produção fora da conformidade, provocando eventuais despejos na rede pluvial. O Comando de Polícia Ambiental conduziu o responsável à delegacia.Outras vistorias foram feitas ainda nesta sexta (7) e nos próximos dias em ações de fiscalização intensiva dos órgãos ambientais estaduais

Nesta quinta (6) seis empresas foram vistoriadas e duas embargadas

Os técnicos da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas) e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), com apoio do Comando de Polícia Ambiental (CPAm), vistoriaram nessa quinta-feira (06) seis empresas do Distrito Industrial de Queimados. A ação, que contou com a participação do presidente do Inea, Carlos Henrique Vaz, faz parte da operação para identificar despejo de efluentes sem tratamento no Rio Guandu.

A empresa do ramo têxtil, Citycol, foi autuada com base no Art. 61 da lei 3.467, que versa sobre o lançamento de efluente no meio ambiente sem o devido tratamento. Foram lacradas as caixas de energia, paralisadas as operações da tinturaria e feito o tamponamento da saída de água da estação de tratamento da empresa. No ato também foram lavrados um auto de constatação, um auto de medidas cautelares, e uma notificação, além da suspensão parcial da atividade de tinturaria e lavagem. O responsável pela empresa foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos por se tratar de crime ambiental.

Na empresa Burn, o licenciamento havia sido concedido pelo município. Portanto, coube a Prefeitura de Queimados, que também participa da operação, autuar. No empreendimento foi detectado o descumprimento de duas condicionantes: armazenamento irregular de matéria-prima e destinação incorreta do esgoto sanitário. Foram lavrados dois autos de infração e uma notificação.

A Nova Era terceira vistoriada pelas equipes que atuam na operação, foi autuada, interditada e o responsável conduzido à delegacia. Além do despejo irregular de resíduos sólidos em terreno muito próximo de um afluente do Guandu, a empresa efetuou desmatamento, avançou pela faixa marginal do rio e realizou terraplenagem da área sem autorização. Duas máquinas foram apreendidas: um rolo compactador e um trator de esteira. Na empresa Lanlimp não foram encontradas irregularidades. A quinta empresa vistoriada nesta quinta foi a Frigorífico Vifrio, que foi notificada a fazer adequações ambientais. A Fábrica da Piraquê também foi notificada neste dia por descumprimento de condicionante e deve promover a adequação na estação de tratamento com implantação de dique de contenção para prevenção de possíveis acidentes.

Durante a operação técnicos do Inea realizaram a coleta de amostras de água na saída das Estações de Tratamento de Efluentes (ETE) das indústrias da região e agentes fizeram sobrevoo na região com o objetivo de rastrear possível lançamento de esgoto industrial sem tratamento no Rio Guandu. O Inea promete atuar de forma intensiva no entorno da Bacia do Guandu e continuará as vistorias nos próximos dias. A polícia fará o patrulhamento ambiental da região 24 horas.

#inea #Queimados #aguas #poluição

27 visualizações0 comentário

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now