Agentes da Prefeitura percorrem ruas e pedem que comerciantes fechem estabelecimentos



Agentes das Secretarias de Segurança Pública e Mobilidade Pública e de Ordem Urbana e Defesa Civil de Belford Roxo estiveram durante toda a segunda-feira (23-03) orientando os comerciantes a fecharem seus estabelecimentos nos diversos bairros da cidade.


Mais de 20 agentes estão nas ruas fazendo esse trabalho de conscientização visando o enfrentamento da propagação do coronavírus.


Essa medida é para fiscalizar o descumprimento do novo decreto (nº 4.863) onde a Prefeitura informa sobre o funcionamento de estabelecimentos comerciais diante do estado de calamidade pública no município.


O prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, decidiu que, pelo prazo de 15 dias, a contar do dia 23 de março até o dia 6 de abril, os seguintes estabelecimentos devem paralisar suas atividades: comércio em geral; escolas; cursos e outras instituições de ensino; casas de festas; casas noturnas; academias e estúdios em geral; salões de beleza, barbeiro, salões de manicure e estabelecimentos congêneres; imobiliárias; agências de turismo e praças públicas.


“Se os agentes encontram estabelecimentos abertos, identificam o proprietário para explicar sobre o decreto municipal com a necessidade do fechamento de alguns tipos de comércios. Caso resistam, contamos com o apoio da Polícia Militar”, explicou o secretário de Segurança Pública e Mobilidade Urbana, João Sant’Anna. O prefeito Waguinho ainda reforçou as recomendações para o atual cenário. “Evitem aglomerações e redobrem o cuidado com a higiene. Não saiam de casa sem real necessidade. Precisamos ser conscientes, responsáveis e solidários”, resumiu o prefeito.


O decreto estabelece a paralisação de restaurantes, lanchonetes, boates, bares, trailers, barracas de lanches e estabelecimentos congêneres, podendo funcionar apenas na modalidade delivery. Estabelecimentos como mercados, supermercados e mercearias; farmácias; estabelecimentos de saúde, médicos e hospitalares; laboratórios; postos de combustíveis; hortifrútis; açougues; peixarias; padarias; distribuidoras de gás; bancos; correios; clínicas veterinárias; funerárias; pet shop, são os únicos com autorização para funcionar.

4 visualizações

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now