Lei Aldir Blanc garante auxílio emergencial para artistas

Entenda como ela vai funcionar em Nilópolis


A Lei Aldir Blanc (Lei nº14.017/2020) foi sancionada dia 29 de junho pelo presidente Jair Bolsonaro, com objetivo de destinar recursos do Fundo Nacional de Cultura para a classe artística, como auxílio emergencial para para artistas, produtores, técnicos e demais participantes da rede produtiva artístico cultural, no período de pandemia. Ao todo, os recursos somam o valor de R$3 bilhões de reais a serem distribuídos entre o Distrito Federal, Estados e Municípios.Aos municípios, o critério de divisão a ser utilizado será similar ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM), isto é: 80% proporcional à população municipal e os demais 20% serão destinados a editais e prêmios para o setor cultural.Os recursos destinados à classe artística de Nilópolis ainda não tem previsão de chegada, contudo, o cadastro dos artistas locais será realizado através do site da Prefeitura de Nilópolis, emwww.nilopolis.rj.gov.bre na página da Cultura, no Facebook , a partir desta sexta-feira (03).A Secretaria Municipal de Cultura está alinhando detalhes com as Secretarias Municipais de Fazenda, de Desenvolvimento Social, bem como com a Procuradoria Geral para o recebimento da verba federal.Nilópolis: Celeiro de ArtistasNilópolis sempre teve muito protagonismo no tocante à classe artística. O município foi pioneiro na Baixada ao criar a primeira Escola Municipal de Artes Dramáticas, a Antônio José – O Judeu, que formou gratuitamente centenas de crianças e jovens, sendo um exemplo emblemático a talentosa atriz Jéssica Sodré, hoje professora da escola, que atua em novelas e comerciais.Além da Escola de Teatro, a Prefeitura mantém também escolas de artes plásticas, de dança, de música, cineteatro e sala multiuso na Praça dos Meninos do Cabral para atividades de fomento culturais, através de projetos de apresentação teatral gratuita.Todos esses equipamentos culturais visam revelar talentos, formar e fortalecer cidadãos com pensamento crítico, mais participativos nos processos sociais e comunitários, que se valem da arte como instrumento transformador da realidade pessoal e de todos ao seu entorno. para artistas

11 visualizações

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now