MPF pede cassação do dep. estadual Max Lemos


O Ministério Público Federal, através da Procuradoria regional eleitoral do Rio de janeiro, pediu a cassação do deputado estadual Max Lemos (PSDB). O deputado estadual Max Lemos, hoje no PSDB, teve o pedido de desfiliação do MDB indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio. O deputado pediu desfiliação do MDB em carta com justificativas de que o partido não estaria cumprindo com sua missão política e dentre outras irregularidades, não estaria respeitando a democracia em seus pleitos internos, não abrindo espaço para que o mesmo exercesse funções representativas dentro do partido. Em síntese, ela acusa o partido de estar sofrendo grave discriminação pessoal.


Em parecer publicado nesta terça (23), o órgão nega o pedido de desfiliação ao destacar que a alegação feita pelo político não tem procedência, haja vista, que o político sempre teve destaque dentro do partido. Filiou-se ao MPDB deputado estadual nas eleições de 2018, e ocupou funções relevantes de primeiro-secretário suplente, membro titular do Diretório Estadual e delegado à convenção nacional, tendo se desfiliado em 2020, para ingressar no PSDB. O parecer ressalta que as provas apresentadas pelo requerente não são suficientes para comprovar a alegada de discriminação pessoal, conforme relatou em seu pedido de desfiliação.


Diante do exposto, a procuradoria Regional Eleitoral pediu a cassação do mandato de Max Rodrigues Lemos, na forma do art. 1º da resolução TSE nº 22.610/2007. O documento foi assinado pela procuradora regional eleitoral Dr. Silvana Batini, no entanto, o deputado ainda pode recorrer do pedido. Max ainda vai ter que conseguir uma liminar em Brasília e ainda precisa de uma decisão de um desembargador, o que é muito difícil porque as justificativas dele não contemplam. Segundo um especialista na área eleitoral, a decisão monocrática acontecerá provavelmente até o final de junho. Ele saindo assume o primeiro suplente Atíla Nunes. Tudo é possível, mas segundo alguns especialistas, a perda do mandato é latente.


Leia a íntegra do parecer:





















3,137 visualizações0 comentário

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now