O herdeiro de Comendador Soares

O mais novo conselheiro de cultura de Nova Iguaçu tem apenas 23 anos, mas uma longa história de vida. Daniel José Soares Correa é da família do famoso Comendador Soares, que deu nome a um bairro da cidade também conhecido como Morro Agudo. Oriundo de uma família que também foi perseguida pela ditadura militar, o estudante de artes cênicas e designer gráfico aprendeu desde cedo a lutar pelos seus direitos. Mora sozinho e com sua segunda faculdade já tem uma “certa” independência financeira, como ele mesmo ressalta. “Não dá para viver de cultura neste país. Mesmo trabalhando direto, para garantir meu pão de cada dia, ainda preciso contar com a ajuda de meus pais”, destaca.

Daniel não tinha a intenção de ser um conselheiro, mesmo sendo um ativista cultural na cidade. Mas ao chegar ao chegar ao Sylvio Monteiro no último fim de semana, onde estava sendo realizada a IV Conferência Municipal de Cultura, sentiu-se na obrigação de fazer alguma coisa. “Temos que renovar os quadros culturais. Fiquei ansioso ao chegar aqui e ver as mesmas figurinhas de sempre. Não desmerecendo os mais experientes, mas temos uma galera jovem muito empolgada e com talento e estou aqui para garantir isto”, enfatizou.

Para o conselheiro, mesmo o pobre tendo aumentado seu poder aquisitivo nos últimos anos, a sua cabeça ainda é de “pobre”, que não acredita ser relevante gastar seu tempo ou dinheiro com cultura. Para Daniel, esse conceito incutido na cabeça do povo vem de longa data e ainda é muito incentivado pela indústria cultural. “A cultura e a educação ainda estão concentradas naquele nicho intelectual que distancia o povo da arte. Penso que a cultura tem que se aproximar mais dos cidadãos e vice-versa. A gente quer cultura para todos”, enfatizou.

Como um bom conselheiro, Daniel pretende ficar de olho nas verbas destinadas para a cultura na cidade. “Acho que temos que avaliar inclusive a relevância dos projetos que estão rolando e tentar melhorar essa participação. Devo ressaltar que é um orgulho estar participando de um processo pioneiro. A cidade é uma das primeiras a se articular para a criação de um plano diretor de cultura, já que o plano nacional ainda está em tramitação no Congresso Nacional”. Outra jovem repórter eleita para Conselho Municipal de Cultura de Nova Iguaçu foi Mayara Freire.

#baixada #comendadorsoares #herdeirosdecomendadorsoares #cultura #dineestela

0 visualização

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias

           “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
             SIGA-NOS
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now