Funcionários dos correios ainda não aderiram à greve geral na Baixada

March 12, 2018

 

 

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (FENTECT), os funcionários dos correios deveriam entrar em greve geral desde as 00 horas deste domingo, 11, por tempo indeterminado para reivindicar vários direitos, inclusive, pela falta de realização de concursos públicos desde 2011, reposição de postos de trabalho perdidos, entre outras reivindicações. A Federação espera a adesão os 36 sindicatos filiados, em todos os Estados. No entanto, várias agências dos correios abriram normalmente nesta segunda no Rio de Janeiro e Baixada Fluminense.  Pelo menos nas três maiores cidades da Baixada, Nova Iguaçu, Caxias e São João os carteiros estão trabalhando normalmente. Vale ressaltar que a greve é somente para os entregadores de correspondências, os famosos "carteiros". As agências estão funcionando normalmente para outros serviços. 

 

Em nossa oficial da assessoria de imprensa dos correios no Rio, eles ressaltam que um  movimento dessa natureza, neste momento, serve apenas para agravar ainda mais a situação delicada pela qual passam os Correios e afeta não apenas a empresa, mas também os próprios empregados. "Esclarecemos à sociedade que o plano de saúde, principal pauta da paralisação anunciada para esta segunda-feira (12) pelos trabalhadores, foi discutido exaustivamente com as representações dos trabalhadores, tanto no âmbito administrativo, quanto em mediação pelo Tribunal Superior do Trabalho e que, após diversas tentativas sem sucesso, a forma de custeio do plano de saúde dos Correios segue, agora, para julgamento pelo TST.

 

A empresa aguarda uma decisão conclusiva por parte daquele tribunal para tomar as medidas necessárias, mas ressalta que já não consegue sustentar as condições do plano, concedidas no auge do monopólio, quando os Correios tinham capacidade financeira para arcar com esses custos.  Nesta segunda, 12, os sindicatos de São Paulo fizeram uma manifestação em frente ao TST de São Paulo. 

 

A categoria reclama de corte de 20 mil funcionários em 5 anos e uma redução de quase 20 mil funcionários  conduzida pelos Correios (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) nos últimos cinco anos. O quadro caiu de 125,4 mil empregados em 2013 para os atuais 106 mil, o que representa um corte de 15,5%.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270