ATRIZ MAGEENSE CONCORRE AO PRÊMIO SHELL DE TEATRO

January 7, 2020

Letícia Soares também disputa o Prêmio Cesgranrio 

Devido a sua aclamada atuação no musical “A cor púrpura”, e considerada uma das grandes revelações artísticas do teatro, a atriz mageense Letícia Soares foi indicada para concorrer no Prêmio Shell de Teatro, a mais tradicional premiação do teatro brasileiro.

A mageense disputa o troféu na categoria de ‘atriz do ano’ ao lado de outros talentos do segmento teatral. “Ser indicada já é uma grande vitória. O Prêmio Shell, por exemplo, não tem nem a categoria de teatro musical, estou concorrendo como atriz. Isso para mim é uma dádiva, um presente! Esse reconhecimento dá uma sensação de que estamos no caminho certo. Isso mostra que as escolhas e as renúncias que a gente faz são necessárias para seguir em frente”, declarou Letícia.

“Eu sempre falo que a arte é uma força maior que vai te carregando sem pedir permissão. Eu fico extremamente feliz por estar influenciando positivamente na decisão de algumas pessoas, sendo um paradigma para novos objetivos”, diz a artista que nunca fez aulas de canto, mas que sempre cantou acreditando nas suas escolhas cênicas.

A cerimônia do Prêmio Shell de Teatro acontece em março de 2020 e está dividido em nove categorias, entre elas estão: autor de texto nacional, diretor, ator, atriz, cenário, figurino, iluminação, música (original, trilha sonora, arranjos, direção musical e efeitos sonoros) e inovação.

Letícia Soares concorre, ainda, na categoria ‘melhor atriz em musical’ no Prêmio Cesgranrio de Teatro que conta com outras onze categorias divididas entre melhor figurino, melhor cenografia, melhor iluminação, melhor ator, melhor atriz, melhor ator em musical, melhor direção, melhor direção em musical, melhor texto nacional inédito, melhor espetáculo e categoria especial. A premiação acontece dia 28 de janeiro no Copacabana Palace.

“O nome do vencedor já está no envelope, mas eu só tenho que agradecer pelas indicações e torcer para ganhar, porque ser indicada é legal, mas ganhar deve ser lindo!”, anseia Letícia.

A Cor Púrpura é um romance da escritora Alice Walker, lançado originalmente em 1982. Entre outras temáticas, o espetáculo trata de questões atuais como a discriminação racial e sexual e virou um musical da Broadway em 2005. A versão brasileira é de Artur Xexéo com direção de Tadeu Aguiar e uma superprodução com dezoito atores, oito músicos, noventa figurinos e um grande palco giratório. A partir do dia 13 de março, de sexta a domingo, a peça estará de volta aos palcos do Teatro Riachuelo, no Rio.

Fotos: Carlos Alberto Costa/ Guito Moreto/ arquivo pessoal/ divulgação  

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Quem somos

O Estúdio de Criação  foi criado como micro empreendedorismo Individual - MEI em 2010 número:  12.649.813/0001-96 tendo como diretora executiva a jornalista e radialista Dine Estela que atua neste mercado há mais de 20 anos.  

 

                                                                                         Canal de Notícias “MINHA BAIXADA”

Este é um dos canais de divulgação próprios da empresa “Estúdio de Criação -  MINHA BAIXADA” que consiste na produção de um site atualizado diariamente com notícias de toda a Baixada Fluminense. O site conta ainda, com colunistas que falam sobre diversos temas e ainda uma  TV WEB com matérias em vídeo, além da produção de um jornal mensal, formato tablóide estendido (tabloide americano)  com tiragem de 25 mil exemplares e distribuição gratuita em toda Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Diretora presidente: 

Dine Estela (jornalista responsável)

Diretor Comercial:

Fabrícius Custódio Caravana

(advogado)

Colaboradores:

Claudia Maria (jornalista)

Paula Menezes 

Alex  Soares

Professor Jorge Dahl

Leandro  Batista

Sheila Firmino

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
Contato
minhabaixada@gmail.com
21970387270